Diferencial: Qual é o seu? Localização privilegiada, atendimento personalizado, qualidade de produtos, transparência na relação com o consumidor, agilidade e eficiência nos serviços, limpeza e organização do ambiente, preço..?

Nos negócios, o diferencial é considerado o grande responsável pelo sucesso. Por isso, muito se fala da importância de ter aquele atributo (ou conjunto de fatores) que torna não só a experiência do cliente um momento inesquecível, mas também faz do seu espaço a primeira (e, na melhor das hipóteses, a única) opção de muitos consumidores.

Mas, como se destacar das oficinas concorrentes quando elas oferecem condições bem semelhantes? Em um universo em que o seu diferencial tornou-se trivial, é indispensável inovar. Para ajudar você na busca pela originalidade, reunimos 4 dicas neste artigo. Confira!

Mostre-se disponível quando a concorrência estiver ausente

Qual o horário de funcionamento da sua oficina? A grande massa atende de segunda à sexta-feira em horário comercial (das 8h às 18h) e aos sábados (das 9h ao meio dia). Para se destacar, contudo, é preciso fazer diferente: que tal abrir aos domingos e feriados? 

Muitos consumidores têm dificuldade de encontrar uma empresa de reparação automotiva aberta nestes dias, que, às vezes, são os únicos que eles têm livre para levar o veículo à oficina.

Algumas companhias, que dizem atender nestes horários alternativos, nem sempre realizam todos os serviços durante o período. “Isso só executamos de segunda à sexta!”

Uma coisa é certa: carro não tem dia nem horário para estragar e o cliente precisa de alguém para consertar. Ou seja, essa demanda é real. Logo, investir nessa opção pode ser muito vantajoso, além de um grande diferencial.

Apresente-se para o serviço aonde quer que o cliente esteja 

Como já foi mencionado antes, alguns clientes têm certas limitações que os impedem de programar as visitas às oficinas mecânicas. São ocupações com longas jornadas de trabalho, reuniões consecutivas, viagens regulares; e acaba não sobrando tempo na agenda.

Então, outra de nossas sugestões é  a implementação do serviço de “oficina móvel” – um atendimento em que o profissional vai até o consumidor, seja na residência, no trabalho ou onde quer que o veículo se encontre.

É claro que nem todo serviço pode ser disponibilizado nestas circunstâncias. Mas, aí, é só uma questão de acertar os detalhes com o cliente. Talvez, dessa interação possa até surgir um voto extra de confiança e o consumidor autorize você a levar o automóvel à sua oficina para os trabalhos que dependerem de outros recursos. 

Sem sombra de dúvida, esta é uma solução que ajuda bastante quem possui uma rotina de muitos compromissos e contribui consideravelmente na sua lista de atributos.

Dedique o tempo de espera ao bem estar do consumidor

Aguardar pelo conserto do veículo definitivamente não é um dos melhores passatempos. Aliás, nessa ocasião parece, mesmo, que o tempo não passa. Para aliviar e entreter o cliente, muitas empresas já disponibilizam, além de revistas, jornais e programação televisiva (com sorte, TV a cabo), Wi-Fi e espaço kids. O clássico cafezinho e a água também ajudam a atenuar a “interminável” espera. 

Mas, como boa parte desses recursos já é bastante comum, oferecê-los não mais diferencia o seu estabelecimento dos demais. Para realmente agregar valor e se sobressair, vale a pena fornecer algum serviço do tipo terapêutico, como a quick massage, ou estético, como limpeza de pele, corte e hidratação capilar ou manicure. 

Tais tratamentos favorecem ambos os gêneros. Mas, ainda que você esteja se questionando se essa adaptação não seria “feminina” demais para o seu ambiente, saiba que, hoje em dia, as mulheres representam 50% da clientela de oficinas mecânicas e a maioria em concessionárias e revendas. Sendo assim, favorecer à, pelo menos, metade da carteira de clientes não parece de todo ruim.  

De qualquer forma, o fato é que promover relaxamento, aumento de bem estar e melhora da autoestima, seguramente, tornará mais agradável o período de espera e fará do seu espaço uma empresa ímpar.

Favoreça o cliente nas negociações de pagamento 

As limitadas condições de pagamento oferecidas no mercado atualmente são um grande empecilho para os consumidores. O cheque virou obsoleto, o à vista é quase inviável (já que dinheiro em espécie está rente à extinção e os descontos -quando praticados- são irrisórios) e o crédito não divide na quantidade ideal para o bolso da maioria dos brasileiros.

Com base nesta realidade, o parcelamento estendido é uma excelente alternativa e exatamente a nossa recomendação. Trata-se de um imenso benefício, uma vez que suavizar as prestações não altera o seu preço, mas definitivamente muda o seu valor.

Os obstáculos de cada diferencial

É evidente que tais sugestões levam em consideração carências sob o ponto de vista do cliente. Do ângulo dos donos de mecânicas, revendas e concessionárias, tanto idealismo pode parecer difícil de realizar.

É preciso autorizações para o funcionamento 24 horas ou fora das dependências da empresa (na prefeitura, na região e condominiais), equipamentos apropriados para o trabalho externo (como um sistema de sucção de óleo e ferramentas que não causem ruído), programas de proteção jurídica contra funcionários autônomos que oferecem  comodidades dentro do estabelecimento, sem falar da variação do valor por hora de trabalho do profissional. 

Diante de tanta burocracia, seria necessária uma reconfiguração de todo o setor. No entanto, permita-nos provar que nem sempre algo potencialmente desafiador significa uma tarefa impossível de executar.

Veja bem: as grandes inovações surgiram exatamente das necessidades da clientela; de sanar uma “dor” da sociedade. Hoje, mais da metade do que se presencia, dos recursos altamente tecnológicos que a população se mostra, inclusive, completamente dependente, no passado, era bastante improvável e até inviável de se fazer ou de existir. 

Por isso, antes de condenar, procure uma saída. Talvez algumas das dicas possam favorecer mais a autopeças, que já contam com o fornecimento do material de trabalho, ou, de repente, seja preciso criar uma nova categoria na área, a de socorrista, por exemplo.

Inspirar-se no ramo da saúde pode auxiliar na busca por respostas no segmento automotivo. O fato é que um empreendedor não foca no problema; mas sim na solução.

Para saber em qual dos diferenciais vale mais a pena investir, peça a opinião de clientes, familiares e conhecidos. E não esqueça de sempre solicitar uma avaliação após cada serviço efetuado para medir o grau de satisfação da clientela e ficar a par do que é necessário manter ou adaptar para melhorar a sua reputação, buscando a excelência.

Enfim, implemente uma ou todas as sugestões. Para se destacar, diferencie-se!

 

Receba grátis uma análise da reputação da sua empresa! Clique aqui!

Sobre o autor

Tatiana Pinheiro

Deixar comentário.