Um pequeno ato que gera grandes resultados

Existe uma prática que é menosprezada por donos de oficina, mas é muito valorizada pelos fregueses de um modo geral. Estamos falando sobre ter mais transparência com os clientes. 

A transparência é considerada tão importante que algumas empresas utilizam essa característica como slogan e forma de divulgação. Isso se dá pelo fato de que as pessoas não gostam de ser surpreendidas com cobranças, serviços não contratados ou valores diferentes do que estavam imaginando.

A clareza assegura ao cliente uma despreocupação, um conforto com relação ao que está sendo contratado, e, por tabela, credibilidade com o seu estabelecimento. Por isso, a transparência é um assunto relevante e deve ser levado a sério em qualquer negócio.

Dessa forma, listamos aqui 4 dicas para que você possa fazer uso da prática na sua oficina. Confira!

Explicar os problemas do veículo mais detalhadamente

Ter mais transparência com os clientes significa dar-lhes a oportunidade de entender melhor o serviço que estão contratando. Trata-se de informar minuciosamente cada tarefa que será executada, deixando o freguês ciente e evitando surpresas no futuro.

Para isso, é essencial, após analisar o veículo, explicar os problemas encontrados e apontar as possíveis soluções, permitindo à clientela ter ao menos o conhecimento mínimo sobre as futuras ações dos profissionais da oficina.

Mostrar as peças

Peças novas ou estragadas: quando o assunto é transparência, a regra do “ver para crer” tem que ser respeitada. Logo, qualquer alteração de peças que ocorra no veículo do cliente precisa ser explicada.

Caso exista uma peça estragada, é preciso mostrá-la ao freguês, comparando-a com uma nova e evidenciando as diferenças entre ambas. Ou seja, antes de adicionar qualquer produto ao automóvel, tal esclarecimento se faz necessário para que o freguês veja a qualidade do novo item.

Listar os serviços que serão feitos antes de executá-los

Mesmo que os problemas do automóvel sejam explicados de maneira detalhada, dificilmente o freguês terá conhecimento técnico para saber os processos necessários para o conserto. Isso gera algumas questões, como o cliente acreditar que vai ser preciso fazer o serviço A, mas na realidade é indispensável realizar o procedimento B.

Assim, é importante hierarquizar os procedimentos, mostrando a ordem em que os serviços precisam ser executados, evidenciando como um processo implica no outro, e consequentemente tranquilizando o cliente com relação à lista de todos os serviços que serão realizados no automóvel, mediante a aprovação dele.

Ter uma tabela com preços fixos

Algumas surpresas são agradáveis, outras nem tanto. Ninguém gosta de ser surpreendido com cobranças inesperadas ou serviços com preços que variam. Além de constranger o cliente, o empresário pode estar sabotando o próprio negócio.

Uma solução para esse problema é a tabela com preços fixos que, apesar de ser uma medida simples, facilita muito a clareza do estabelecimento. Assim, o cliente saberá o valor exato do capital que será gasto com o veículo.

Além destes fatores, vale sempre lembrar que uma relação saudável com a clientela é construída pelo bom atendimento, serviço de qualidade com o mínimo de erros possível – de preferência, com nenhum. 

Que tal incrementar o seu conhecimento?

Além da transparência, há uma outra melhoria que é unanimidade entre os clientes. Clique para descobrir!

Sobre o autor

José Olavo

Deixar comentário.