O termo pós-venda não é novo no mercado, mas ainda assim é desconhecido de várias pessoas — ou, às vezes, não muito bem entendido.

Para você saber melhor sobre esse assunto, separamos dicas sobre as melhores técnicas para pós-vendas, de maneira que você já possa aplicar tudo ao seu negócio e começar a colher bons resultados. Confira!

1. Organize-se

O atendimento pós-venda é tudo aquilo que acontece, toda a relação que existe entre você e o seu cliente depois de feita a venda ou prestado o serviço que ele contratou. O erro aqui é achar que depois de o serviço feito e do dinheiro recebido no caixa, está terminada a relação entre consumidor e empresa. Na verdade, é nesse ponto que começa o pós-venda.

Todo o relacionamento que existe depois é muito importante. É essa conexão entre as duas partes que vai continuar fazendo com que o cliente volte a consumir da sua empresa. Para isso, você precisa saber quem é o cliente, qual é contato dele, o que ele comprou, dentre outros dados.

Essas informações são extremamente necessárias para você programar suas ações. Não precisa de nenhum sistema muito complexo, basta pensar qual é a melhor forma de você guardar esses dados.

2. Faça follow-up

Pode parecer algo complicado, mas follow-up basicamente é você continuar em contato com seu cliente. É nessa hora que você vai programar algumas atividades que te manterão junto dele. Pode ser por telefone, e-mail, mensagem de WhatsApp, Facebook… Avalie qual é a melhor forma e programe-se para esses contatos.

Além de definir a forma, pense também nos melhores motivos para essa abordagem. Um caso bem conhecido é aquele das empresas que ligam de vez em quando para o cliente perguntando se está tudo bem ou se eles precisam de alguma coisa, simplesmente para mostrar-se à disposição.

Avalie, no seu caso, quais são os melhores motivos e momentos para fazer contato. Faça isso regularmente, mas não exagere.

3. Anote as datas especiais

Além de fazer contatos para o follow-up, registre algumas datas que são importantes para o seu cliente. Pode ser o aniversário dele, o aniversário de casamento, a aposentadoria, a mudança de casa ou qualquer outra que ele ache importante.

Depois de feitos esses registros, agende o contato. Pense se é melhor fazer isso pela manhã, no final da tarde ou em qualquer outro horário. Você precisa conhecer seu cliente para descobrir como falar com ele sem atrapalhar a rotina. Esse tipo de iniciativa te dá uma grande vantagem perante a concorrência simplesmente porque quase ninguém faz, mesmo sendo algo tão barato e fácil.

4. Programe promoções direcionadas

Com certeza você sabe quais são os perfis de clientes que entram na sua empresa. Aqueles que gastam mais, os que gastam menos, os que pedem prazo maior para pagar, os que fazem muitos serviços ou ainda os que só querem alguma coisa mais simples.

Separando cada tipo de cliente, fica fácil você pensar em algumas promoções específicas. Defina o que você pode fazer por cada um e programe um contato para divulgar essas condições especiais. Brindes e outros atrativos devem ser considerados, mas sempre prestando atenção no seu orçamento.

5. Meça os resultados

Depois de se planejar e colocar tudo em prática, vá controlando os resultados que você consegue. Avalie que tipo de ação deu mais retorno para o seu negócio. Assim, você conseguirá eliminar o que não estiver trazendo bons frutos e melhorar aquelas iniciativas que funcionaram melhor.

Lembre-se de fazer essa avaliação com números reais. Com certeza é possível sentir o que vem funcionando, mas é sempre mais real o que podemos medir. Por isso, anote quantos clientes estão voltando a comprar com você, quantos estão comprando mais e qual é o período e o tipo de contato que tem deixado a sua clientela mais fiel e satisfeita. Você vai continuar evoluindo suas técnicas de pós-venda se avaliar o que está fazendo com periodicidade.

Gostou do artigo?

Curta nossa fanpage e fique por dentro de todo o conteúdo que a FalaAuto oferece!

Sobre o autor

José Olavo

Deixar comentário.